Relacionamento com clientes do mercado equestre

Minha decepção com alguns profissionais do meio hípico, por falta de preparo no relacionamento com o cliente.

Eu sei, eu sei, estou sumida e em falta com esse blog. Mas eu voltei, e já começo o ano de 2019 com um desabafo. Vim aqui falar de algo que vem me atormentando dentro do meio hípico.

Já faz algum tempo que presencio fornecedores de serviços e produtos equestres que não sabem lidar com clientes, não sabem o significado de cordialidade e nem de educação. Sem contar que muitos são incompetentes no trabalho que prestam.

Não entendo o porque desse desleixo nesse meio, pois é um negócio rentável e promissor. Vejo muitas matérias em meios de comunicação importantes, que provam que o mercado hípico ainda é um dos que mais movimentam a economia no país.

Vejo profissionais não fazendo questão de agradar seus clientes, alguns chegam até a destratar o consumidor. Eu mesma passei por situações chatas, que me levaram a mudar de fornecedor pois o mesmo não parecia fazer questão de atender meu cavalo. Já ouvi relatos de pessoas que não são bem tratadas e que se sentem preteridas por profissionais do meio equestre.

Não estou me referindo somente a cavaleiros e instrutores, mas também outros profissionais do meio, como veterinários, vendedores de materiais hípicos, fornecedores de ração, ferreiros e outros. Acho que esses especialistas deviam pensar em fazer cursos de relacionamento ao cliente e aprender a tratar aqueles que pagam pelo seu sustento.  De nada adianta o profissional ser o melhor na sua área, mas não saber vender seu serviço ou ainda tratar com desdém as pessoas que o contratam.

O que me deixa chateada, é que eu, que também trabalho nesse meio e tenho como clientes pessoas do cavalo,  faço de tudo para executar o melhor serviço e dar assistência aos meus contratantes. Tenho cuidado com o meu pagador. Porém como consumidora, muitas vezes não recebi o atendimento que esperava ao contratar alguns profissionais hípicos.

Como me parece que  esses fornecedores ou técnicos do mercado do hipismo, não sabem como se relacionar com clientes, quero dar alguns conselhos a eles.

Vamos as dicas para um bom atendimento:

  • Saiba ouvir
  • Seja claro, objetivo e não minta
  • Se errar, assuma o erro e se desculpe
  • Coloque-se no lugar do cliente
  • Analise a situação de fora e veja se gostaria de passar por isso
  • Tenha iniciativa, mas não deixe de comunicar a sua ação
  • Honestidade e sinceridade são essenciais
  • Passe informações corretas e tente explicar o protocolo do seu serviço
  • Tenha atitude positiva e alegre
  • Estude a necessidade do seu cliente. Pergunte a si mesmo: Como posso ajudar essa pessoa e seu cavalo?
  • Conheça seu produto ou serviço
  • Tenha cuidado com sua aparência e postura
  • Comprometimento; se prometeu, faça
  • Tente não atrasar, mas se acontecer avise e se desculpe
  • Seja sempre educado e trate seu cliente com gentileza
  • Se o cliente vier com reclamações, escute, respire e veja como pode resolver o problema.

Talvez essas dicas pareçam bobas e óbvias, mas acho que muitos não se lembram delas ao se relacionar com seus fregueses. Então vale lembrar, é importante que o cliente sinta que do outro lado existem pessoas comprometidas em resolver o problema de verdade, transmitir as informações certas e tornar tudo mais fácil e efetivo. Os negócios mais duradouros e as melhores relações são feitos entre seres humanos, que gostam de ser acolhidos e bem tratados. Um bom relacionamento, trará frutos excelentes, conquistando fidelidade e trazendo indicações para potenciais clientes.

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...