Tratadores de cavalos – como conseguir um emprego

Venho recebendo mensagens de pessoas procurando por emprego como tratadores de cavalos.

Como já devem saber estamos vivendo uma situação econômica, política e social em crise. Com aumento do desemprego, muitos correm atrás do prejuízo, talvez por isso tantas pessoas estão tentando uma oportunidade como tratadores de cavalos.

Muitas são pessoas que já trabalham com equinos, mas alguns querem saber como entrar no mercado hípico. Por isso resolvi fazer um post pontuando o que um bom tratador de cavalos precisa ter para ser bem sucedido.

1 – Gostar de cavalos:
Parece obvio, mas já vi tratadores que aparentam não gostar de animais, pelo menos é o que mostram as atitudes deles. Se você acha que gosta só um pouco de animais, não é um trabalho para você.

2 – Não ter medo:
Outra coisa obvia, mas importante. Pois como vai estar trabalhando bem perto dos cavalos, eles vão sentir o seu medo e acabam tomando conta.

3 – Ter paciência:
Os cavalos são como crianças e algumas vezes repetem ações que não são desejadas, não adianta perder a cabeça e tratar com violência, pode só piorar. Por isso tem que ter paciência para algumas vezes repetir o processo até o animal entender.

4 – Ter disposição para encarar trabalho pesado:
Puxar carrinhos de serragem, carregar equipamentos pesados, limpar cocheiras e segurar cavalos bravos, são algumas das tarefas que muitas vezes precisam de empenho físico e são essenciais nesse trabalho.

5 -Disponibilidade para trabalhar nos finais semanas:
As competições são nos finais de semana, e mesmo que não tenham provas, os cavalos necessitam de cuidados todos os dias da semana.

6 – Ser organizado:
Além de ser responsável pelos cavalos, os tratadores devem cuidar dos equipamentos e para isso é importante organização, manter tudo em seu lugar e pronto para ser utilizado.

7 – Gostar de limpeza:
Material organizado e limpo, é isso que os cavaleiros e amazonas esperam ter em seus quartos de sela. Por isso o tratador tem que gostar de colocar a mão em esponjas e sabão.

8 – Ser educado:
Não é só para ser tratador que é preciso ser educado, mas é importante ressaltar isso. Alguns acham que como o trabalho é com animais, não irão precisar tratar com pessoas. Porém não é bem isso, os tratadores lidam não só com os animais mas também com os proprietários dos cavalos. E todo mundo gosta de educação.

9 – Ser responsável e cuidadoso:
Alimentar o animal na hora certa, dar corretamente medicamentos e ter certeza que o cocho de água está cheio, são tarefas do tratador e que precisam ser cumpridas para o bem estar do cavalo, sem esquecimento ou desleixo.

10 – Trabalhar em equipe:
A equipe é formada pelo cavalo, cavaleiro, instrutor, veterinário, ferreiro e é claro o tratador. Por isso é importante saber torcer, apoiar, comemorar e trabalhar junto. Lembrando sempre que cada um tem sua função, não se deve tentar dar uma de instrutor ou ainda de veterinário.

11 – Ser bem humorado:
Muitos proprietários tem cavalos por lazer, eles querem ver seus animais para se distrair, como uma válvula de escape para seus problemas, por isso não querem ter que enfrentar um tratador mau humorado, ranzinza ou pessimista.

12 – Saber a hora de bebemorar:
O meio hípico é cheio de comemorações, o que é algo muito legal, mas é importante saber a hora de festejar, principalmente com bebidas alcoólicas. Por mais que o ambiente seja amigável, deve-se lembrar que é um local de trabalho e não um bar.

13 – Não ter frescura:
O tratador vai sujar as mãos, a roupa, vai se molhar na chuva, vai ter baba na roupa, vai pisar no esterco, vai ficar no sol,  mas vai trabalhar ao lado do animal mais maravilhoso de todos.

tratador

 

Curta a página do Hipismo&Co no Facebook.

Siga o Hipismo&Co no Twitter.

Siga o Hipismo&Co no Instagram. @hipismoeco.

Inscreva-se no canal do Hipismo&Co no Youtube.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...