Família, obrigada por aturar meus cavalos

Muito obrigada minha família querida.

Semana passada fiz um post agradecendo meu cavalo por diversas coisas, mas hoje é dia de agradecer aqueles que são os responsáveis por eu ter os equinos em minha vida. Preciso agradecer e muito a minha família por ter me guiado e me apoiado no hipismo.

Primeiro devo agradecer meu pai, que me apresentou o esporte quando eu ainda era menina. Ele não era exatamente alguém do hipismo, mas sempre gostou e conviveu com cavalos na fazenda de nossa família. Além de ter me mostrado o caminho para a equitação, meu pai sempre me deu suporte financeiro, comemorou minhas vitórias e lamentou minhas derrotas. Até hoje apoia minhas decisões com meu cavalo, mesmo sendo exigente como só ele sabe ser. Enfim, graças a ele eu descobri esses animais maravilhosos que são os equinos e posso estar com eles até hoje praticando o esporte que gosto.

Preciso dizer muito obrigada a minha mãe, que me acompanhou desde a minha primeira aula na escola de equitação. Por sinal não só me acompanhou como também fez algumas aulas ao meu lado. Ela me esperava na hípica nos dias de aulas e competições. Torce arduamente por mim e meu cavalo. Chegando até a chamar a atenção do juri durante os meus percursos, pois ficava tão nervosa que saltava quase a mesma altura que os cavalos, ali na arquibancada mesmo. Era ela que organizava os equipamentos dos cavalos, agora que a responsabilidade é minha, vejo o trabalho e cuidado que ela tinha.

Não posso esquecer de agradecer a minha irmã, que mesmo não gostando de cavalos e nem querendo praticar o hipismo, ia junto nas viagens sem reclamar de ter que ver cavalo o dia todo. Ela esteve presente durante a minha evolução no esporte e silenciosamente torcia e me apoiava.

Um obrigada carinhoso ao meu avô, que poucas vezes foi me ver competir, mas que sempre me pergunta das competições e do meu cavalo. Hoje com 94 anos ele nunca se esquece de perguntar das competições com meu cavalo “Pantufa” (não consegue dizer o nome Mufassa..rs). Foi muito emocionante ir visitá-lo e contar que voltei de São Paulo com a taça de Campeã Brasileira de Adestramento, pois ele abriu um sorriso enorme, fazia tempo que eu não via isso acontecer. Talvez foi uma das melhores recompensas do Campeonato todo.

Agradeço aos meus tios e primos, por não terem me excluído da família, mesmo eu tendo faltado as festas de aniversários e  as reuniões familiares para ir competir ou ainda só treinar com meu cavalo. Obrigada pela paciência e compreensão.

Já escutei muitas pessoas do hipismo reclamando que suas famílias não apoiam e não entendem como vivem em função dos cavalos. Sinto muito por essas pessoa, pois não deve ser nada fácil. Eu tenho muito sorte de ter uma família que entende e me apoia.

OBRIGADA FAMÍLIA POR ME SUPORTAR, MESMO EU SENDO A CHATA DO CAVALO!!!

família

 

Curta a página do Hipismo&Co no Facebook.

Siga o Hipismo&Co no Twitter.

Siga o Hipismo&Co no Instagram. @hipismoeco.

Inscreva-se no canal do Hipismo&Co no Youtube.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...