Equipe norte americana vence nas rédeas

Equipe dos Estados Unidos é a campeã na modalidade Rédeas dos Alltech FEI World Equestrian Games.

Além da decisão do adestramento por equipe que aconteceu hoje (25/08), também teve a competição de rédeas por equipe e a campeã foi a Norte Americana.

Os atletas da equipe ouro são: SHAWN FLARIDA com SPOOKS GOTTA WHIZ, MANDY MCCUTCHEON com YELLOW JERSEY, ANDREA FAPPANI com CUSTOM CASH ADVANCE e JORDAN LARSON com HF MOBSTER.

O segundo lugar ficou com a Bélgica e o terceiro foi para Áustria.

Os brasileiros ficaram em 7° lugar mesmo com um dos conjunto fora.  O cavaleiro brasileiro Wellington Teixeira com o cavalo SJ Rodopio foi eliminado antes da competição. Pelo que fiquei sabendo, o tratador do animal montou nele após a inspeção veterinária e a regra diz que somente o cavaleiro pode subir na sela do cavalo concorrente após o Vet Check.

equipe

Vejam aqui o resultado completo por equipe.

Esposa de Schumacher vai a competição equestre

Esposa de Michael Schumacher, Corinna apareceu pela primeira vez em público desde o acidente de esqui do marido, no dia 29 de dezembro.

Já com o heptacampeão mundial de Fórmula 1 fora do coma, a alemã compareceu a um evento de equitação na Suíça e esbanjou sorrisos.

Praticante da modalidade com cavalos (como já falei aqui), Corinna assisitiu a exibição do filho do casal, Michael, de 15 anos, em evento chamado “Reining Reiter Turnier European Championship”, que acontece em propriedade da própria família Schumacher, que reside na Suíça.

A esposa de Michael Schumacher estava acompanhada da outra filha do casal, Gina-Maria, de 17 anos, e da assessora do piloto, Sabine Kehm. Segundo informações dos jornais europeus, Corinna se mostrou descontraída, rindo de piadas e retribuindo o carinho dos fãs do marido.

Em entrevista publicada nesta terça-feira na revista “Neue Post”, Corinna inclusive falou sobre o estado do marido. “Estamos melhorando, certamente de modo lento, mas pelos menos avançando”, afirmou.
Corinna é casada com Michael há 18 anos e tem acompanhado de perto todo processo de recuperação do marido. Desde o acidente, a alemã fez visitas quase que diária ao ex-piloto em Grenoble, na França, onde ele esteve inicialmente internado.

Desde que despertou do coma, no último dia 16 de junho, Michael Schumacher foi levado para o Hospitalar Universitário de Lausanne, na Suíça.

Schumacher
Foto: Babirad Picture

Fonte: ESPN

Curta a página do Hipismo&Co no Facebook.

Adestramento, Rédeas ou Três Tambores?

Algumas semanas atrás publiquei um post sobre o acidente do piloto Michael Schumacher e mostrei o vídeo da matéria do Globo Esporte onde o campeão de Formula 1 participava de uma competição de Rédeas. Nessa reportagem o repórter diz que a modalidade era Adestramento. Tudo bem que Rédeas tem alguns movimentos similares ao Adestramento do Hipismo Clássico, mas o nome foi usado erradamente.

Essa semana o cavaleiro Matheus Machado Costa da modalidade Três Tambores saiu no jornal Gazeta do Povo aqui do Paraná e o título era: “Adestramento consagra atleta de São José”. Na primeira frase da matéria repetem o erro: “O paranaense Matheus Ma­­­­c­hado Costa é campeão mundial na prova de Três Tam­bores, uma modalidade de adestramento.” (vejam aqui a matéria)

Me pergunto de onde será que os jornalistas responsáveis pelas reportagens tiraram o adestramento. Mas mesmo com esses erros, fico feliz de os esportes equestres terem espaço na mídia.

Quem sabe esse post aqui do Hipismo&Co possa ajudar esses profissionais do jornalismo a conhecerem um pouquinho sobre nosso esporte e entenderem as modalidades.

gazeta_tambor

Schumacher que sofreu sério acidente esquiando se aventurou em provas de rédeas esse ano

Ontem (29/12) o ex-piloto heptacampeão da Fórmula 1 Michael Schumacher sofreu um acidente enquanto esquiava em Méribel, nos Alpes Franceses e teve um grave traumatismo craniano e está em coma lutando pela vida.

Por coincidência ou não o Esporte Espetacular da Globo transmitiu ontem mesmo uma matéria sobre a participação do piloto em um campeonato de rédeas que aconteceu em Oklahoma nos EUA. Schumacher se interessou pela modalidade pois sempre acompanhava sua esposa que é apaixonada e proprietárias de cavalos.

Veja aqui a matéria que passou na Globo.

schumaker

Égua morre ao ser submetida a técnica “bitted up”

Em San Diego  nos EUA uma égua, que era montada por um treinador conhecido no meio hípico da modalidade Western, morreu ao ser submetida a um treinamento violento.

O cavaleiro, Mark Arballo treinava a égua chamada Bella Gonnabe Gifted, no River Valley Ranch, perto da fronteira San Diego-México.

A égua foi amarrada e entrou em pânico batendo a cabeça. Bella pertencia a Martha Torkington, que não estava na propriedade quando o incidente aconteceu.

A técnica usada por Mark é chamada de Bitted Up, que consiste em amarrar as rédeas na sela deixando o cavalo imóvel.  A dona da égua Bella diz que não vê problema na técnica, mas que  o treinador não executou corretamente, deixando o animal sozinho.

As autoridades estão investigando a morte do animal.

bella
A linda égua Bella com sua dona Martha

 

Hipismo e suas modalidades

Já escutei algumas pessoas dizendo que Hipismo é somente o salto. Por isso resolvi vir aqui e tentar explicar um pouco o que é hipismo e suas modalidade.

No Wikipédia diz: “Hipismo é a arte de montar a cavalo que compreende todas as práticas desportivas que envolvam este animal.”

O hipismo é o esporte equestre, algumas pessoas dividem em clássico e rural. Dentro do esporte tem as modalidades: salto,  adestramento, concurso completo de equitação,  volteio,  enduro, atrelagem, três tambores, 6 balizas, rédeas, laço, polo e outras.

Apenas três modalidades são olímpicas: salto, adestramento e concurso completo de equitação. O salto parece ser o mais conhecido, acho que isso se deve por causa do cavaleiro Rodrigo Pessoa que se destacou em olimpíadas e levou essa modalidade para a mídia. Mas não podemos esquecer das outras que são tão bonitas quanto o salto, cada uma com sua característica e destaque.

Se alguém tiver mais informações sobre o assunto serão muito bem vindas, pois não me considero “expert” no assunto e sempre estou aprendendo coisas novas sobre o mundo dos cavalos.

hipismo

 

Curta a página do Hipismo&Co no Facebook.

Curso de Rédeas e Horsemanship com Sérgio Moraes em Curitiba

Curitiba irá receber o curso de rédeas e horsemanship com Sérgio Moraes. O curso foi desenhado para aqueles que querem ter uma melhor comunicação com seus cavalos e assim obetendo respeitp do seu cavalo, assumindo o controle, acalmando o animal.

O público alvo do curso são os cavaleiros internediários e avançados que possam trotar e galopar com segurança com animais domados.

Dias 7, 8, 9 e 10 de junho, no Haras Marumby – BR 376, Km 639 próximo ao pedágio.

Inscrições estão abertas para participantes montados e ouvintes. Vagas limitadas.

Veja a apresentação da amazona Anky na prova de rédeas no Jogos Equestres Mundiais

A amazona holandesa Anky Van Grunsven, campeã no adestramento freestyle nos WEG 2006, além de ser a atual tri-campeã olímpica, classificou-se como reserva da equipe holandesa de rédeas. Com a impossibilidade de um dos componentes da equipe de concorrer, ela acabou participando da competição por equipes. Vejam a sua performance:

Fonte: Centauro

Equipe de rédeas dos EUA levam o tri por equipes nos Jogos Equestres Mundiais

Os donos da casa e bicampeões da modalidade 2002 e 2006 dos EUA levantaram o primeiro ouro nos Jogos Equestres Mundiais 2010 em Kentucky, EUA, neste domingo, 26/9.

Com manobras perfeitas, o time norte americano de rédeas garantiu o tri em uma convincente vítória totalizando 674,5 pontos ocupando o 1º, 3º, 4º e 9º lugar na disputa individual.

Para o time belga o momento foi histórico com a primeira conquista de uma medalha na medalha: a de prata. A Itália levou bronze.

Placar por equipes

Ouro: EUA 674.5 – Hollywoodstinseltown / Tim McQuay 220.5, Mister Montana Nic / Craig Schmersal 223.5, Gunners Special Nite  / Tom McCutcheon 224.0, RC Fancy Step (Shawn Flarida) 227.0.

Prata: Bélgica 659.0 – Gumpy Grumpy BB / Jan Boogaerts 205.0, Whizdom Shines / Ann Poels 219.5, Peek A Boom / Cira Baeck 218.0, BA Reckless Chick / Bernard Fonck) 223.5

Bronze: Itália 655.5 – Smart and Shiney / Marco Ricotta 0, Yellow Jersey / Stefano Massignan 224.0, Red Chic Peppy / Dario Carmignani 216.5, Spat a Blue  / Nicola Brunelli 215.0

Brasil conquista o 7º posto e Wellington com SJ Rodopio está na final

No sábado, 25, na primeira parcial por equipes, os brasileiros Paulo Koury Neto com seu Spin Zone Whiz e João Salgado Filho Leopardo do Infinito registraram 212.50 pontos.

Já neste domingo,26, Wellington Jesus Teixeira montando SJ Rodopio registrou o melhor resultado do Brasil, 217 pontos, e João Felipe Lacerda com Remenica N Poco fechou com 216,50 pontos.

Somadas as parciais, o Brasil terminou a disputa por equipes em 7º lugar totalizando 646 pontos. Ao todo 14 nações concorreram por equipes seguindo a seguinte ordem de classificação: EUA, Bélgica, Itália, Austria, Canadá, Alemanha, Brasiul, Holanda, Grã Bretanha, México, Austrália, Dinamarca, França e Suécia.

A boa notícia é que Wellington e seu crioulo SJ Rodopio,15º na classificação individual empatado com o australiano Larcombe com Top Prize Prinze, já está qualificados para a grande final de quinta-feira, 30/9.

Enquanto João Felipe Lacerda, 17º, Paulo Koury Neto e João Antônio Salgado, empatados em 32º, disputam uma nova classificatória na terça-feira, 28. Os cinco melhores classificados irão à grande final junto com os primeiros 15 colocados.

O líder parcial e campeão Shawn Flarida com seu C Fancy Step; foto: FEI / Kit Houghton
Wellington Jesus Teixeira montando o cavalo crioulo SJ Rodopio: melhor resultado individual na disputa por equipes em Kentucky 2010; foto arquivo: ANCR/cedida

Fonte: Carola May com FEI / FEI Altech World Games e ANCR

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...