Jóquei morre e proprietário do cavalo responsabilizado

Proprietário de cavalo vai ter que  indenizar família de jóquei que morreu em acidente exercendo função para a qual não era habilitado. Domar cavalos.

De acordo com SDI-1 do Tribunal Superior do Trabalho, o jóquei ficou exposto ao risco ao exercer função que não fazia parte do seu contrato de trabalho.

O funcionário domava um cavalo no haras e no caminho para a pista, o animal empinou e caiu de costas sobre ele. O jóquei foi levado ao hospital, mas acabou falecendo 14 dias depois.

Segundo o relator,  estabeleceu -se um vínculo direto entre o jóquei e o proprietário que a princípio não tinha a atividade de doma, mas ainda assim o jóquei teria atuado como domador. “Ao permitir que ele atuasse não apenas como jóquei, mas também como domador, o proprietário estaria assumindo o risco“.

“Ora, ‘domar cavalo’, principalmente os de nível para um
Jockey Club, não é tarefa para qualquer um e de qualquer forma!
É necessário experiência para a função, preparo e meios!” – diz o Ministro Relator, AUGUSTO CÉSAR LEITE DE CARVALHO, em seu voto.

O Tribunal condenou o proprietário a indenizar a família em R$100.000,00 por danos morais e pensionamento mensal a título de danos materiais.

No meio rural de um modo geral, esse tipo de situação é normal e, na maioria da vezes, é comum se utilizar de funcionários sem experiência e conhecimentos técnicos para lidar com serviços que estão sujeitos a riscos de acidentes, podendo levar o funcionário a óbito.

No meio equestre é muito comum usar tratadores como picadores, cavaleiros como domadores e dar outras funções extras para os empregados. Por isso é muito importante fazer um contrato claro com o funcionário e acompanhar e monitorar de perto o trabalho.

Fonte: Blog Direito Atual

jóquei

Joqueta quer quebrar tabu no GP São Paulo

Joqueta quer ser a primeira mulher a ganhar o GP São Paulo.

Depois de oito anos nas pistas de todo o mundo, com vitórias e bons resultados com diferentes cavalos, a joqueta Jeane Alves está pronta para quebrar um tabu: ser a primeira mulher a vencer o GP São Paulo, na tarde do próximo domingo (dia 3 de maio). E Jeane tem grande chance de realizar seu sonho. Montará o forte Jose Cuervo, um dos melhores cavalos da competição.

“Infelizmente, existe ainda muito preconceito com as joquetas”, queixa-se Jeane 26 anos e 1,60 metro de altura, que já disputou provas na Europa. “Os proprietários não aceitam mulher na montaria. Eu deveria ter disputado o GP Sâo Paulo no ano passado, mas na última hora me tiraram. Agora não tem jeito, vou disputar”, comemora. Em prova preparatória para o GP, feita dias atrás, José Cuervo tirou o segundo lugar, o que aumenta sua cotação para o “São Paulo”.

Jeane é contratada do Haras Moema para competir nos páreos em que os animais estão inscritos. Assim, monta praticamente todos os finais de semana. Considera ter escolhido uma boa profissão, já que tem um ganho fixo e ainda leva percentual sobre os prêmios recebidos pelos cavalos. No ano passado, disputou uma prova para cavalos árabes e joquetas na Inglaterra e levou o troféu.

“O páreo vai ser equilibrado, o nível está muito bom e acho que José Cuervo está entre os que podem ir bem”, avalia Vitorio Fornasaro, treinador do Haras Moema. “Ele está com três anos e correu poucas vezes, cinco no total. Está em evidente evolução. Será a primeira vez que irá correr a distância de 2.400 metros”.

Jeanne montou José Cuervo quatro vezes até agora, obtendo duas vitórias e dois segundos lugares. Ela também montará Braço Forte, no G.P.José de Souza Queiroz e Princesa Lara no quilometro internacional, ambos também do Haras Moema.

joqueta

 

Fonte: Jockey Club São Paulo

 

Jóquei com problemas no uniforme

O jóquei Blake Shinn passou por uma situação embaraçosa.

Na corrida no Jockey Club de Canterburry, na Inglaterra, o jóquei Blake Shinn perdeu suas calças já na largada. Sem perder o foco e a determinação foi até o final e ainda ficou em segundo lugar, mesmo sem as calças.

Vejam abaixo o vídeo da corrida de Blake Shinn, o jóquei que não se desconcentra nem ao perder as calças. Vela assistir para dar umas risadas.

jóquei

 

Curta a página do Hipismo&Co no Facebook.

Siga o Hipismo&Co no Twitter.

Siga o Hipismo&Co no Instagram. @hipismoeco.

Inscreva-se no canal do Hipismo&Co no Youtube.

Jóquei é multado por usar dispositivo de choque em cavalo

Suspensão e multa para jóquei que usou choque elétrico durante corrida de cavalos.

O diretor-executivo da Comissão de corridas de cavalos do Texas nos EUA, Chuck Trout multou em US$ 100.000 o  jóquei Roman Chapa, que inicialmente foi multado em US $ 25.000 e suspenso por cinco anos após ter usado um dispositivo de choque elétrico durante uma corrida.

Um dia após a corrida o jóquei Chapa entrou em contato com o fotógrafo de corridas de cavalos, Coady, solicitando a remoção do site uma foto dele que, aparentemente, mostrou o cavaleiro segurando um objeto em sua mão esquerda, que foi identificado como um aparelho de choque. Chapa foi sumariamente suspenso e condenado a pagar uma multa de US $ 25.000.

Na utilização de autoridade para lhe permitir aumentar a multa para US $ 100.000, o diretor Trout citou duas suspensões anteriores de Chapa por utilizar dispositivos para melhorar o desempenho de cavalos. Em 1994, seu primeiro ano de competição, Chapa foi suspenso nove meses e multado em $ 2.500 no Gillespie County Fair no Texas após ter admitido o usar um prego em um cavalo durante uma corrida.

Em 2007, a Comissão de Corrida do Novo México multou Chapa US $ 1.500 e suspendeu sua licença por cinco anos após descobrir que ele possuía um dispositivo de choque elétrico durante uma corrida em Sunland Park de 17 de fevereiro daquele ano.

Como já falei no post sobre esportes equestres limpos e respeito aos cavalos, infelizmente, existem muitos atletas usando artifícios que machucam o animal, com a intenção de vencer a todo custo, como esse jóquei dos EUA, Isso precisa mudar, os cavalos não escolheram estar nas competições e ainda assim estão ali por nós, eles não merecem serem maltratados.

Os cavalos são nossos parceiros nos esportes equestres e não são máquinas. O esporte deve ser saudável e prazeroso não só para os cavaleiros mas também para os cavalos.

jóquei joquei_choque1

Curta a página do Hipismo&Co no Facebook.

Siga o Hipismo&Co no Twitter.

Siga o Hipismo&Co no Instagram. @hipismoeco.

Inscreva-se no canal do Hipismo&Co no Youtube.

Pôneis em corridas com obstáculos

Já viram corridas de pôneis?

Crianças participam de corridas de obstáculos com pôneis. E esses pequenos conjuntos correm de verdade. Essas corridas já são bem comuns no exterior, mas agora temos visto acontecer aqui no Brasil algumas competições com pôneis em intervalos de concursos de salto.

Vejam o vídeo abaixo de uma dessas competições, onde um cavaleirinho cai mas o pôneizinho continua na disputa e ainda consegue chegar entre os três primeiros mesmo sem ninguém em sua sela.

pôneis

Curta a página do Hipismo&Co no Facebook.

Siga o Hipismo&Co no Twitter.

Siga o Hipismo&Co no Instagram. @hipismoeco.

Inscreva-se no canal do Hipismo&Co no Youtube.

Amazona Edwina será a embaixadora Magic Millions

O leilão de cavalos Magic Millions escolheu uma amazona de salto para ser sua embaixadora.

A amazona  australiana Edwina Tops-Alexander foi convidada para divulgar o leilão de cavalos de corrida que acontece todos os anos na Austrália. Edwina já foi duas vezes campeã mundial e é casada com o cavaleiro olímpico medalha de ouro Jan Tops.

Vejam abaixo o vídeo da amazona contando sobre o leilão Magic Millions e também posando para fotos que irão ilustrar uma entrevista  que concedeu a revista Marie Claire. Por sinal ela está lindíssima no vídeo com um vestido longo preto, ao lado de um cavalo castanho maravilhoso. Estou curiosa para ver as fotos que vão para a revista.

amazona

Curta a página do Hipismo&Co no Facebook.

Siga o Hipismo&Co no Twitter.

Siga o Hipismo&Co no Instagram. @hipismoeco

Cavalo da rainha é desclassificado de corrida

Doping no cavalo da rainha Elizabeth.

Um cavalo de propriedade da rainha Elizabeth II da Inglaterra foi desclassificado nesta quinta-feira, 25, de uma prestigiosa corrida por testar positivo para doping.

Estimate, que conquistou a Gold Cup no Royal Ascot em 2013, perdeu o segundo lugar conquistado este ano por estar positivo para morfina, uma substância proibida.

A substância teria ido parar no corpo do cavalo através da comida, e por isso o treinador de cavalos da Rainha, Michael Stoute, foi poupado do pagamento de multa.

Outro cavalo treinado por Stoute também perdeu o nono lugar na corrida Buckingham Palace Stakes, disputada em Ascot.

“Os cavalos foram desclassificados da corrida em questão. Não foi imposta nenhuma multa ao treinador”, declarou a British Horseracing Authority (BHA), órgão que controla as corridas de cavalos no Reino Unido.

Ao ser anunciado o resultado do testes em 25 de setembro, fontes do palácio indicaram que a rainha, apaixonada por corridas de cavalos, “havia sido informada da situação.”

cavalo cavalo

Fonte: O Povo Online
Fotos: BBC

Curta o Hipismo&Co no Facebook.

Novela se passa no mundo das corridas de cavalo

Nova novela da Record falará de corridas de cavalo.

Dia 2 de junho será lançada a novela “Vitória” da emissora Record, na trama poderemos ver corridas de cavalo e jóqueis.

A atriz Thais Melchior será a protagonista Diana, de Vitória. “Eu estou adorando, fui super bem recebida aqui na Record. Farei uma personagem que tem um universo completamente diferente do meu, o das corridas de cavalo. Ela é uma joqueta, compete a cavalo, um mundo que eu nunca tinha tido contato”, contou a atriz.

Para sua personagem, a atriz fez aulas de corridas de cavalos e já está montando um PSI (Puro Sangue Inglês). “Essa raça é um pouco mais agitada, mas estou conseguindo dominá-lo. É muito gratificante para mim”, diz ela, que ainda adiantou que sua mocinha não será frágil e viverá um triângulo amoroso com Bruno Ferrari e Dado Dolabella. “Ela tem uma personalidade superforte e vai viver um amor complicado com o meio irmão dela, o Artur, vivido por Bruno”, completou. Artur, aliás, será outro personagem que dará o que falar e, a princípio, será vilão.

Para ambientar as cenas de montaria, a produção saiu do Recnov e foi parar em locações de tirar o fôlego como Petrópolis, Itaipava e até Curaçao, no Caribe. As gravações tiveram início no dia 17 de março.

corridas de cavalo corridas de cavalo

Curta a página do Hipismo&Co no Facebook.

 

Zenyatta, campeã de corridas terá ferias

Égua Zenyatta, campeã de corridas aposentada das pistas, teve três filhos e agora ficará descansando também da reprodução.

Zenyatta é uma égua de corrida que a três anos foi aposentada e agora está sendo usada para reprodução. (Já falei dela por aqui). Nos três últimos três anos ela teve três filhos e agora seus proprietários resolveram dar um ano de descanso para a mamãe.

Ela acaba de dar a luz a um lindo potro e agora terá um ano de férias da reprodução. Esse período de descanso será para preservar a saúde da égua, pois a maior preocupação é o bem estar dela que deu tantas vitórias e alegria nas corridas. Hoje ela tem 10 anos e já tem a vida que todos equinos adorariam ter.

Os filhos de Zenyatta são lindos e se puxarem a mãe serão grandes campeões nas pistas de corrida.

A égua campeã tem um site somente dela. Conheça mais sobre ela no www.zenyatta.com

 

zenyatta
Zenyatta e seu último filho

Curta a página do Hipismo&Co no Facebook.

O jóquei que virou fotógrafo

O irlandês Richard Dunwoody é um jóquei aposentado que virou fotografo. Após vencer corridas importantes ele resolveu se aposentar e passou a fazer viagens onde colocou em pratica sua outra paixão, a fotografia.

Mesmo fotografando ele faz questão de estar perto dos cavalos. Para mim suas melhores imagens são as dos equinos.

joquei_fotografo1 joquei_fotografo2 joquei_fotografo3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...