Você e seu cavalo no Hipismo&Co:
Tayane Killyan

Mais uma entrevista no Hipismo&Co.

Vejam abaixo as repostas da amazona de 20 anos Tayane, para a seção “Você e seu cavalo no Hipismo&Co”.

Nome:
Tayane Killyan

Nome dos cavalos:
Safira e Hipergenio

Onde monta:
Escola Centauro de Equitação

Modalidade/altura/categoria:
Preliminar pela FEERJ – 0,60m, e interno 0,80m

Quando você começou no hipismo? Você se lembra da primeira vez em uma hípica?
Montei pela primeira vez em uma aula experimental com oito anos de idade. Mas não continuei no esporte por muito tempo, minha família teve medo após uma queda que tive. Me lembro, bem da minha primeira vez na Sociedade Hípica Brasileira, foi o máximo estar no contato com os cavalos. Ficava encantada com tanto verde, areia e cavalos ao mesmo tempo. Um ar de “paixão por eqüinos”.
Comecei no hipismo com oito anos de idade. Por amor aos cavalos e em homenagem ao meu avô materno, do qual amava o animal e o esporte. Ele faleceu fazendo o que amava, e tenho certeza que se orgulha de mim. Esse foi um dos principais motivos.
Ainda não participei de uma prova na Hipica, mas espero que seja em breve!

Qual foi sua prova inesquecível?
Minha prova inesquecível foi no Haras Pégasus, quando eu fiz minha primeira prova de 0,60m, eu achava que ia em 0,40m e já estava feliz por estar participando. Até que meu treinador disse que eu iria em 0,60m, fiquei assustada no momento, mas sabia que eu podia, fui lá e fiz. Conquistei o 6º lugar no podium. Dando início a categoria Preliminar nos rankings da Feerj.

Você tem algum ritual antes da prova?
Costumo decorar o percurso várias vezes com a minha prima até me sentir segura. Converso com o meu cavalo no paddock e faço o sinal da cruz antes de entrar na pista.

Qual seu concurso preferido no Brasil?
The Best Jump.

Existe alguma prova da qual gostaria muito de participar?
TBJ, Campeonato Brasileiro e Olimpíadas

Qual são seus ídolos no esporte?
Nelson e Rodrigo Pessoa

O que você mais gosta no ambiente hípico? E o que você mudaria?
Contato com os cavalos, o bem e a paz que eles nos trazem. Mudaria a fofoca que muita gente faz e acaba sendo chato demais

Você tem alguma música ou filme que te inspira nos seus treinos? Qual?
Não tenho uma música certa, mas em toda prova tem uma música de fundo (apesar de quando estar fazendo percurso não conseguir ouvir de tanto nervoso, prefiro que seja uma bem feliz!)

Qual foi o cavalo que mais te deu alegria e porque?
Cada cavalo que passou e ainda passa pela minha vida marca de uma forma diferente. Todos são especiais e acabamos criando um sentimento de carinho intenso por esses equinos, que são encantadores e cada um com um jeitinho diferente. Mas se for para seliecionar apenas um, escolho o meu velhinho Spartacus, primeiro cavalo que montei no Círculo Militar de Pólo, foi com ele que aprendi as técnicas da equitação, foi com ele que aprendi a cair e levantar, a ter paciência, a saber esperar o momento certo, aprendi usar o chicote quando o cavalo desvia do salto e depois de saltar ser jogada longe. E milhões de coisas que me trouxeram até aqui. Foi com ele que me classifiquei na primeira prova de equitação, e tenho certeza que irei levar cada momento que vivemos juntos no meu coração. Foi especial demais! “É na ponta do estribo que eu equilibro a vida”

entrevista

Veja as outras entrevistas da seção “Você e seu cavalo no Hipismo&Co” aqui.

Se quiser participar dessa seção. Nos envie suas respostas com no mínimo duas fotos para o e-mail contato@hipismoeco.com.br

Fotos: Arquivo Pessoal Tayane Killyan

Curta o Hipismo&Co no Facebook.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...